Skip to content

Way of the web

Narrow screen resolution Wide screen resolution Increase font size Decrease font size Default font size default color light color
Por que as empresas não avaliam seus funcionários?
Artigos
Escrito por Federico Amory   
Uma enquete on-line realizada em abril / 2002 pela Bumeran, empresa de soluções tecnológicas de recursos humanos, com 3.500 profissionais e 450 empresas do Brasil, da Espanha, do Chile e da Venezuela, mostrou que 53% dos brasileiros jamais tiveram seu desempenho avaliado e 65% das organizações afirmaram que nunca fizeram avaliação do desempenho dos seus empregados.

Por que será? Será que os empresários não consideram importante avaliar o desempenho dos funcionários? Ou simplesmente não sabem como fazê-lo? Ou então, pelas duas hipóteses juntas?
Vejamos por exemplo, no ano 2000 foram feitos alguns trabalhos em empresas familiares de pequeno porte, mais ou menos 65 funcionários, organizações que nunca tinham feito um trabalho de consultoria, onde logo de cara, quando fomos analisar o item desempenho, percebemos que uma avaliação baseada nos princípios da qualidade não ia ajudar em praticamente nada. Decidimos então fazer uma avaliação mais simples baseada em critérios básicos de desempenho.

Este procedimento administrativo avaliou a performance de cada funcionário, fornecendo informações para que a Diretoria e Gerências pudessem acompanhar a evolução dos recursos humanos da Empresa, permitindo uma apreciação sistemática de como vinham sendo desempenhadas as atribuições individuais em determinados períodos de tempo.

A avaliação não tratou de prognósticos sobre as potencialidades de cada funcionário, que, eventualmente, pudessem qualificá-lo para o exercício de suas funções, mas, aquilo que efetivamente vinha realizando, retratando, dessa forma, a realidade objetiva de sua atuação.
 
Federico Amory é Consultor, instrutor e diretor da Eficaz Consultoria de Gestão Empresarial